Vale a pena ter um carro nos dias de hoje? - Facility ABM

Vale a pena ter um carro nos dias de hoje?

19 de fevereiro de 2021
Vale a pena ter um carro nos dias de hoje?

 

É a conta que ninguém quer fazer. Ter um carro implica gastos com seguro, revisões, gasolina e por aí vai. Por isso, fazer essa conta ajuda a economizar na hora de escolher um veículo zerinho.

 

O custo mensal de um carro

Somando todos os gastos citados acima e adicionando mais alguns, como garagem, lavagem, depreciação, financiamento, IPVA, licenciamento, DPVAT e combustível, o valor de um carro por ano é de, aproximadamente, R$ 15 mil por ano.

É claro que esse valor pode ter variações, dependendo do cuidado e do perfil de cada motorista e do carro. Custos considerados adicionais, como troca de pneus, polimentos, insulfilm, aparelhos multimídia, entre outros, não estão computados nessa lista.

Para carros seminovos, a média de manutenções por ano gira em torno de R$ 1.500. Já para carros zero quilômetro, as revisões por ano ou a cada 10 mil quilômetros dependem do fabricante, mas costumam ter um aumento gradativo: quanto maior a quilometragem, maior o valor.

 

Dicas para evitar gastos com carro

Não deixe de fazer as revisões programadas pelo fabricante. O indicado por especialistas e montadoras é que todos os carros passem por revisões anuais ou ao completar 10 mil quilômetros rodados.

As manutenções mais importantes são:

  • Troca de óleo
  • Pastilhas de freio
  • Embreagem

 

Como calcular o custo do seu automóvel

O primeiro fator a ser considerado é a desvalorização do automóvel. A partir do momento que você sai da concessionária, ele já perde em torno de 10% de seu valor. Recomendamos que você considere a inflação anual entre 5% e 8% – que seria a desvalorização anual do veículo, dependendo do seu uso e desgaste.

 

Tabela de depreciação de veículos segundo especialistas do mercado automotivo:

1º ano – 15%

2º ano – 10%

3º ano em diante – 5%

 

Financiamentos longos requerem cautela. Lembre que, ao financiar seu carro, você precisa levar em conta os juros e as taxas que fazem o valor do carro aumentar.

Em alguns financiamentos, o valor pode aumentar em até 50%! Por isso, antes de tomar essa decisão, saiba qual é o CET (Custo Efetivo Total) para não ter surpresas depois de ver o valor final do seu veículo.

Como mencionamos anteriormente, negligenciar as revisões e as manutenções pode trazer muita dor de cabeça. Porém, você precisa estar preparado para bancar o aumento desses custos. Por conta de impostos e taxas obrigatórias, esses custos irão aumentar significativamente!

Por último, a maior dica de todas: sempre que possível, COMPRE À VISTA. O carro é um bem que se desvaloriza (e muito) ao longo do tempo e tem um alto custo de manutenção.

Se o seu objetivo é investir, um carro não é a melhor opção de negócio.

Gostou desse texto? Não se esqueça de compartilhar!

 

Leia também:

5 pontos para prestar atenção ao buscar uma proteção veicular 

Evite o desgaste desnecessário das peças do seu veículo

Rebaixamento danifica o carro? Saiba as consequências