Rebaixamento danifica o carro? Saiba as consequências

O rebaixamento é uma característica de estética automotiva muito adotada por diversos proprietários de veículos. Muitos dizem que, independente da marca e do modelo, o veículo rebaixado sempre fica mais bonito. Mas antes de realizar qualquer modificação no seu carro, é essencial fazer um levantamento dos prós e contras do que essa mudança pode causar.

Muitas alterações realizadas em veículos apenas por estética podem danificar peças importantes e causar prejuízos para o seu bolso.

No caso do rebaixamento do carro, é preciso avaliar se essa customização é realmente necessária.

Um veículo rebaixado é aquele que possui a carroceria mais próxima do chão. Essa proximidade é contida por intermédio da suspensão. Rebaixar o carro significa mexer na estrutura de fábrica da suspensão do seu automóvel.

O rebaixamento do veículo pode provocar perda do conforto ao dirigir e gerar riscos para a sua segurança.

Um automóvel rebaixado proporciona muito mais desconforto, pois os desníveis são muito mais sentidos.  É necessário cuidado extremo ao passar por lombadas e buracos.

O rebaixamento não prejudica apenas o seu conforto, mas toda a suspensão do seu carro, a proteção total de baixo dele, rodas, sistemas de exaustão, lataria, colunas, chassi, trincas na longarina, trincas no túnel, entre outros.

Em relação a segurança, a equipe de engenharia experimental da Fiat realizou testes dinâmicos no modelo Bravo, com a suspensão de fábrica e com ela rebaixada em 4 centímetros.  Foram montados percursos com curvas e balizas com cones que simulavam situações do dia a dia no trânsito. Na simulação foi constatado que o Fiat Bravo rebaixado demonstrou um desempenho imprevisível, com velocidade acima de 60km/h. O veículo perdeu a estabilidade em linha reta e também nas curvas.

Antes de realizar qualquer customização no seu veículo, estude sobre os impactos que isso pode proporcionar.

Não esqueça que a sua segurança importa mais que a estética do seu veículo.

Dirija com responsabilidade!

 

Gostou do nosso texto? Compartilhe nas suas redes sociais para que seus amigos também conheçam as consequências do rebaixamento de veículos.

 

 

2018-08-01T15:58:39+00:00