Envelopamento de carros

Tornando-se trend em meados dos anos 2014, o envelopamento pretende solucionar as questões de riscos e arranhões, além de ser uma ótima pedida para quem quer dar uma repaginada no carro, sem se preocupar com altos custos de pinturas. Quer ler sobre envelopamento? Fique aqui e saiba mais!

Deixar o carro envelopado é recomendado para pessoas que desejam tanto esconder e evitar defeitos da lataria quanto deixar o automóvel com uma cara nova. A personalização por meio do adesivamento pode agradar muitos adeptos, entretanto, os valores podem não ser tão agradáveis assim. Então, para que você evite cair numa situação indesejável, fizemos este artigo explicando um pouco mais sobre o envelopamento de carros.

O envelopamento é uma técnica de adesivagem do veículo, em que se usa uma película fina, costumeiramente de PVC, brilhosa, fosca ou de Fibra de Carbono.

Para o Detran, o proprietário que deseja alterar a cor de seu veículo deve solicitar um novo CRV (Certificado de Registro de Veículo). De acordo com o Conselho Nacional do Trânsito, mudanças que venham a ser realizadas, seja por meio de pintura ou de adesivamento, em área superior à metade do veículo (50%), são consideradas alteração de cor. Ainda, em caso da não solicitação da alteração, o proprietário poderá sofrer as penalidades previstas no art. 230, VII, CTB. Nele, está determinado que o motorista que conduzir veículo com características alteradas deve pagar multa e, como medida administrativa, pode ter seu carro apreendido.

A multa, para os casos em que não se fez a solicitação para mudança de cor, é de natureza grave, conforme estabelecido no Artigo 230, parágrafo IV. Essa situação também está prevista na Portaria nº 159, na Resolução 292/2017 do Contran, a qual também legisla sobre o assunto. Na portaria, está determinado que, quando houver modificação, será exigida a realização de inspeção de segurança veicular para emissão do Certificado de Segurança Veicular – CSV, conforme regulamentação específica do INMETRO.

Lembrando, ainda, que a área coberta pelos vidros não conta na porcentagem. Vide citação abaixo retirada do Detran RJ.

“Serão consideradas alterações de cor aquelas realizadas por meio de pintura ou ADESIVAMENTO em área superior a 50% do veículo, excluídas as áreas envidraçadas. Será atribuída a cor FANTASIA quando for impossível distinguir uma cor predominante do veículo, conforme estabelece a Resolução 292/08.”

Então, lembre-se: de acordo com as determinações do Detran, se a área coberta for menor do que 50%, não é preciso entrar em contato com o órgão para solicitar mudança de documento. O segundo caso que não precisa de aviso ao órgão é quando a mudança é feita por envelopamento em poliuretano, já que não altera a cor do veículo. Vamos estudar mais a respeito das diferenças dos materiais e das suas consequências logo abaixo.

Lembrando, ainda, que, após a retirada do envelopamento, o documento deve ser atualizado mais uma vez! Tenha em mente que o documento é para manter a cor do veículo sempre em dia junto ao órgão!

Se você pretende fazer uma mudança desse tipo no seu automóvel, vai precisar dos seguintes os documentos:

 

  • identificação pessoal – original e cópia simples;
  • Certificado de Registro do Veículo original;
  • CPF – original e cópia simples;
  • comprovante de endereço – original e cópia simples com data de até 3 meses;
  • Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) – original e cópia simples e, em caso de carros 0km, será necessário levar a nota fiscal do veículo.

 

O passo a passo resume-se em ir ao Detran de seu município ou região, solicitar o formulário de modificação do veículo, preenchê-lo corretamente e aguardar que o órgão autorize a alteração. A taxa pela mudança pode ser entre R$ 163,33 e R$235,88, dependendo da região.

TIPOS DE ENVELOPAMENTOS DE CARROS

No universo de envelopamentos, temos alguns tipos diferentes. Todos têm os mesmos desdobrares jurídicos, mas possuem materiais e finalizações diferentes.

  • PVC Vinil: é o material mais barato usado para esse fim e passa por um processo que garante uma proteção maior ao veículo. A película em PVC conta, ainda, com diversos acabamentos e cores, ideal para quem quer deixar o carro com a própria personalidade ou com o layout característico de sua empresa. Os aspectos positivos são o valor baixo, resultado bom, resistente e durável.
  • Poliuretano: esse material utilizado no envelopamento proporciona alta resistência, ainda maior do que a do PVC vinil. Por ser voltado para proteção da pintura, leves batidas e arranhões, o envelopamento de poliuretano é transparente, ou seja, não é recomendado para alterar a cor original do veículo. Esse tipo de envelopamento é recomendado para quem quer apenas proteger seu automóvel. O envelopamento de poliuretano, por mais que cubra 100% do carro, não precisa de mudança no documento junto ao Detran, pois não altera a cor do veículo.
  • Envelopamento Líquido: o lado positivo desse tipo de envelopamento é que é muito semelhante a uma nova pintura e evita o surgimento de bolhas na aplicação. Além disso, é resistente a raios solares e permite o uso de buchas na lavagem do carro. Trata-se da mesma situação do envelopamento de PVC, já que, por alterar a cor do veículo, precisa de modificação documental.

Quanto aos cuidados do meio jurídico, você, agora, pode ficar despreocupado, pois está devidamente instruído. Quanto aos cuidados finais e corriqueiros, lembre-se de que a película, por mais que proteja a sua pintura por um maior período, precisará de atenção a alguns detalhes para que tenha uma durabilidade maior.

A maioria delas costuma ter uma resistência de, em média, 7 anos, mas, durante esse período, alguns reparos podem ser necessários. O uso de detergentes e produtos que possuam solventes são restritos, assim como buchas e afins. O recomendável, para esses casos, é conversar com o aplicador ou vendedor para ficar ciente de todas as restrições.

Tem mais alguma dúvida a respeito do envelopamento de carros? Deixe-nos cientes e poderemos fazer uma publicação a respeito do tema. Caso tenha mais alguma dica a respeito dos cuidados, comente, logo abaixo, para que saibamos, assim como nossos outros leitores.

2018-04-27T13:52:56+00:00