Câmbio automático ou normal?

A caixa de câmbio é um mecanismo essencial em um automóvel que funciona a partir de um motor de combustão. Sua importância vem do fato de que é através dela que se transforma a potência produzida no motor em movimento. Esse sistema de transmissão pode converter a potência tanto em força quanto em velocidade.

Para que serve o câmbio?

A caixa de câmbio é composta de várias engrenagens com eixos distintos, que são selecionadas pelo motorista através da alavanca de câmbio. Cada engrenagem representa uma marcha, que altera a proporção entre a rotação do motor e a rotação do eixo na caixa. Quanto maior for a rotação do motor em relação à rotação do eixo, maior será a força. Quanto menor a rotação do motor em relação à rotação do eixo, maior será a velocidade. Por isso o uso de marchas é determinado pelo que o condutor necessite que o seu carro faça no momento.

O sistema de transmissão de um automóvel se divide em embreagem, caixa de câmbio e diferencial.

A embreagem tem a função de ligar e desligar o motor à caixa. Quando se pisa no pedal da embreagem, se desconecta o motor e a transmissão. É por isso que se aperta esse pedal quando se manuseia a alavanca para colocá-la na marcha desejada.

Soltando o pedal, o motor e o eixo principal da caixa se conectam novamente girando na mesma rotação, e movimentando o veículo. A diversidade de marchas é essencial para o carro poder funcionar. Quando as rotações do motor chegam na caixa, elas são reduzidas.

A diferença entre a rotação reduzida e a rotação original do motor é repassada ao diferencial. O diferencial é composto por múltiplas engrenagens e permite que as rodas de um eixo girem em velocidades diferentes. Essa capacidade permite que o carro seja manobrado.

É necessário ressaltar que o descrito acima se aplica ao sistema de transmissão manual. No sistema automático existem as engrenagens chamadas planetárias. Estas são de dimensões distintas, mas todas estão sempre engatadas entre si. Sua relação de força com o motor é definida pela ordem específica em que elas estão conectadas.

Por isso nesse sistema o condutor não precisa manualmente encaixá-las com a alavanca. Agora que já discutimos como funciona a transmissão e o seus tipos, vamos para a questão principal. Como os tipos diferentes de câmbio influenciam o seu dirigir e qual é o que mais se adequa às suas necessidades?

Câmbio manual: vantagens e desvantagens

O câmbio manual é chamado assim justamente pois o condutor manuseia pessoalmente a alavanca e decide em qual marcha o veículo está. Daí que vem o primeiro dos benefícios do câmbio manual: o controle. Tendo o poder para colocar o automóvel na marcha desejada, o condutor que faz uso deste tipo de câmbio pode alterar a dirigibilidade do veículo como bem entender. Para um motorista experiente ou alguém que está fazendo uma viagem longa em uma rodovia, esse tipo de poder sobre o veículo é uma vantagem significativa.

Também como consequência desse controle maior sobre o veículo, o câmbio manual garante que o consumo de combustível seja mais econômico. Um estudo do Southwest Research Institute, nos Estados Unidos, comprovou que o de câmbio manual pode garantir de 5% a 15% de economia de combustível. Outro benefício é a durabilidade e longevidade da caixa de câmbio. Já que caixas manuais são mais simples de um ponto de vista mecânico, elas são mais fáceis de serem produzidas em uma escala industrial e possuem menos partes do que a caixa automática. Isso tudo contribui para que elas sejam equipamentos mais baratos, que exigem menos manutenção e são mais fáceis de reparar que as automáticas.

Também devido à sua simplicidade mecânica, elas tendem a ter uma vida útil mais longa que as automáticas e carros com esse tipo de caixa costumam ser mais baratos do que modelos idênticos com câmbio automático.

A principal desvantagem desse tipo de câmbio é o ónus que vem com o controle maior sobre o sistema de transmissão do veículo. Pelo fato de que essa caixa de câmbio exige que o motorista manualmente faça a troca de marchas e as adapte de acordo com o que a situação necessita, esse sistema é mais exigente para com a atenção e prática do motorista.

A transmissão manual é para motoristas que já possuem alguma prática com ela e se sentem confortáveis até mesmo em situações mais tensas, como uma pista de alta velocidade ou subir um trecho bastante íngreme.

Câmbio automático: vantagens e desvantagens

A vantagem mais explícita do câmbio automático é o conforto que ele permite ao condutor. O motorista não precisar estar se preocupando em trocar as marchas diminui o estresse e as preocupações ao dirigir. Além de conforto, a simplicidade do sistema automático faz com que ele seja ideal para pessoas que não possuem alguns membros ou sofrem com algum atrofia muscular ou outro problema motor.

A menor exigência de atenção e agilidade também facilita o ato de dirigir para iniciantes que ainda não possuem muita experiência ou segurança com a direção. Existem também situações específicas em que o câmbio automático é muito mais prático que o manual. Um exemplo é subir uma rampa íngreme, que com um carro manual o motorista terá que encontrar uma marcha ideal para subir a rampa e que será diferente da marcha ideal quanto estiver no topo. O motorista de um veículo automático não terá esse estresse.

Porém, enquanto ele permite um maior conforto imediato ao motorista, o sistema automático revela suas desvantagens a longo prazo. A primeira, como já citada antes, é o consumo maior de combustível. Embora os avanços tecnológicos em sistemas de transmissão vêm reduzindo ultimamente a diferença no consumo de combustível entre veículos manuais e automáticos, eles ainda não estão equiparados.

O automático ainda consome mais que o manual. Além desse custo acentuado, há o custo do carro, que o automático costuma ser mais caro que o manual, e o custo da manutenção e eventual reparo de uma caixa de câmbio deste tipo.

Podemos perceber que não existe um sistema certo de câmbio para os automóveis. O certo é o motorista estar consciente do que ele é capaz e o que ele quer do seu veículo. E caso o motorista queira saber mais sobre os tipos de câmbio, sempre é preciso buscar fontes confiáveis na internet para ler mais quando o assunto é trânsito.

2017-10-27T23:57:14+00:00