Alguns cuidados mecânicos importantes com as motos

Quem dirige uma moto precisa ter alguns conhecimentos gerais sobre os seus aspectos mecânicos. Os principais elementos (chassi, pneus, rodas, motor, guidão e etc.), o que eles são, para que servem e o seu papel no funcionamento da motocicleta, isso são coisas importantes de saber.

O funcionamento da moto não pode ser uma preocupação secundária, algo que pensamos só de vez em quando e olhe lá. O seu conforto, independência e segurança dependem das condições da sua motocicleta, e o cuidado que você dispende com ela é proporcional ao retorno que ela vai dar a você motociclista. Por isso, não seja indiferente com ao estado da sua companheira de duas rodas.

Rodas e pneus

Começando por baixo, vamos falar dos pneus. Externamente, é importante que eles não estejam com as ranhuras e sulcos gastos, ou como é mais comum na linguagem do dia-a-dia, que ele esteja careca. O pneu careca não possui a capacidade necessária de se aderir ao asfalto, sendo, como consequência, menos seguro. Ele vai prejudicar o controle do condutor sobre a moto em qualquer situação, mas em situações de risco, como a pista molhada ou suja de óleo, o perigo é intensificado. A falta de aderência nessas situações pode rapidamente resultar em uma colisão com outro veículo ou em uma queda violenta da moto.

Internamente, existe a questão da pressão. Uma série de problemas podem ser o resultado de pneus murchos. Eles podem facilmente furar ou rasgar, aumentam o consumo de combustível da moto, são incapazes de prevenir que o metal da roda fique amassado quando ela passar por um buraco fundo, e, em casos mais graves, prejudicar o alinhamento da moto.

Controlando a moto

Já que estamos falando sobre a mobilidade da moto e os elementos que fazem ela se mover, não podemos nos esquecer dos freios. O sistema de frenagem é um dos componentes essenciais quando o assunto é a dirigibilidade.

Hoje em dia muitas motos possuem sistemas de frenagem com pastilhas. Nesses sistemas as rotações da roda são reduzidas a partir do atrito da pastilha e do disco de freio. Por isso, ambos ficam gastos com o uso. Se você conseguir enxergar riscos ou raias no seu disco, isso quer dizer que já está na hora de trocar ele. As pastilhas são mais difíceis de visualizar, então não é tão fácil avaliar a condição delas.

Porém, isso pode ser percebido no manejo da moto. Quando o motociclista sentir que não consegue frear a moto com a mesma eficiência, que as freadas estão mais demoradas, que a velocidade da moto demora mais para se reduzir, que a frenagem faz mais barulho, etc., esses são todos indícios que a sua pastilha de freio pode estar gasta. Além desses sintomas, você também pode consultar as informações providenciadas pelo fabricante da moto e ver suas recomendações sobre o sistema de freio.

A máquina por dentro

Algo que tem um grande impacto e muitos motociclistas podem ignorar, ou não dar a atenção que merece, é o óleo. O óleo serve um papel fundamental na lubrificação do motor, logo, não realizar a manutenção devida dele terá um impacto direto naquilo que faz a sua moto andar. Não é apenas um detalhe. Então, preste atenção nas recomendações do fabricante, no tipo de lubrificante a ser utilizado e a frequência com que ele deve ser trocado. Esquecer dele pode ser um erro simples com

consequências complexas, já que o valor do óleo novo é pequeno comparado com o que pode custar o dano que o óleo velho causa ao motor.

Por último, uma coisa que muitos podem nem mesmo se dar conta que pode influenciar as condições mecânicas da sua moto. Andar com a sua moto com pouca gasolina tem efeitos negativos nela, já que, por melhor que seja o combustível, sempre vai haver resíduos no tanque, moléculas e partículas de contaminantes que se depositam no fundo do reservatório.

Andar constantemente com o tanque quase vazio faz com que esse resto indesejável vá para o delicado sistema de alimentação do motor. Isso afeta sua eficiência e pode provocar eventuais falhas no seu funcionamento. Essas consequências podem resultar em um motor mais instável e menos confiável. Imagine o seu motor falhando justamente durante uma ultrapassagem. É melhor nunca enfrentar essa situação.

Entendendo para manter a sua segurança

De forma geral, é importante o motociclista conhecer o funcionamento da sua moto e quais são os componentes mecânicos que exigem maior atenção. Isso ajuda a prevenir acidentes e garantir que sua moto se mantenha o mais eficiente possível.

Caso você esteja interessado em procurar outras formas de proteger o seu patrimônio e garantir a sua segurança, dê uma olhada no Programa de Benefícios Automotivas da Facility e veja todo o portfólio de serviços que você pode ter a um telefonema de distância, garantindo a sua segurança e conforto.

2017-10-19T16:26:23+00:00