10 posturas para evitar situações de perigo ao volante

Acidentes e imprevistos acontecem, mas sempre há maneiras de escapar deles. Muitos dos acidentes acontecem porque boa parte dos motoristas não adotam simples posturas a fim de evitá-los.

É preciso entender que ao pegar no volante, você se torna o principal personagem do sistema rodoviário, portanto, grande parte da responsabilidade pela proteção de quem está no veículo e de muitos que compartilham as mesmas estradas é do condutor do carro.

Algumas ações tomadas pela justiça, como a obrigatoriedade do cinto de segurança e as punições para quem é flagrado dirigindo sob o efeito de álcool, ajudaram na diminuição de acidentes graves, mas não de maneira tão satisfatória. Os números de acidentes nas rodovias brasileiras ainda são assustadores e acontecem, na maioria dos casos, por imprudência e falta de atenção.

Quer saber quais posturas tomar para evitar perigos nas estradas? Confira 10 dicas que separamos para você.

 

1 – SENTE-SE CORRETAMENTE

Para obter o perfeito movimento de reação ao dirigir é preciso regular o banco no ponto em que consiga manter a perna ligeiramente flexionada, acionando o pedal de embreagem sem movimentar os glúteos. Coloque os punhos no alto do volante para obter a distância correta dos braços.

 

2 – NÃO EXCEDA A CARGA

Bagagens pesadas e em demasia comprometem a estabilidade do veículo. O peso máximo de carga transportada consta no manual do carro. Destitua também as malas pelo bagageiro: isso confere maior equilíbrio à carroceria na estrada.

 

3 – MANTENHA DISTÂNCIA

O ser humano levar até 2 segundos para reagir a uma freada brusca de outro motorista. Considere isso ao medir a distância para o veiculo à frente. Eleja um ponto fixo na via. Se passar por ele 3 segundos depois que o carro à frente, a distância está apropriada;

 

4 – USE O SINTO DE SEGURANÇA

Em caso de acidente, a probabilidade de sobrevivência com o uso do cinto de segurança é cinco vezes maior e reduz em 40% os riscos de lesões graves. Até os passageiros do banco traseiro são obrigados por lei a usa-lo.

 

5 – DESCANSE ANTES DE DIRIGIR

A sonolência provoca falta de atenção e perda dos reflexos, portanto, evite esticar viagens. Não dirija depois de ultrapassar um período de 19 horas acordado ou se estiver dirigindo por mais de 8 horas seguidas.

 

6 – ATENTE A VISIBILIDADE

Evite viajar com chuva, à noite, ao amanhecer e ao pôr do sol. Essas condições reduzem a visibilidade do motorista. Além disso, verifique as condições da rodovia na internet ou por telefone para saber sobre trechos com neblina, por exemplo.

 

7 – ESCONSTE A CABEÇA DEVIDAMENTE

Posicione o ponto superior do protetor (encosto) de cabeça um pouco acima da linha dos olhos. Isso o protegerá melhor em caso de colisão.

 

8 – CUIDE DA SUA ALIMENTAÇÃO

Você não leu errado. A alimentação também interfere na sua concentração. Consumir alimentos muito gordurosos antes de pegar a estrada, como hambúrgueres e frituras em geral, pode provocar sonolência. Opte por carboidratos como o pão, massas e arroz, que garantem o aumento da agilidade.

 

9 – DIREÇÃO E BEBIDA ALCOÓLIA NÃO COMBINAM

Além de proibido por lei e de gerar multas, o consumo de bebidas alcoólicas é uma das principais causas de acidentes em estradas brasileiras. Apenas 0,2 a 0,3 gramas de álcool por litro de sangue (O equivalente a um copo de cerveja) já causa a redução da percepção de velocidade e distância.

 

10 – MÃOS AO VOLANTE

Mãos apoiadas nos vãos internos do volante não permitem reações rápidas e ainda podem causar lesões ou fraturas. Faça os movimentos para esquerda e direita sempre com as mãos passando pela parte externa do volante. E mantenha-as na posição que os ponteiros de um relógio ficariam às 10h10.

Gostou do post? Deixe o seu comentário. Sua opinião é de suma importância. E, caso queira saber mais sobre proteção, nos acompanhe no blog, redes sociais e entre em contato conosco. Ficaremos felizes em te ajudar.

2018-04-27T15:27:10+00:00