Salvador – Destinos que valem conhecer

Continuando nossos textos sobre grandes destinos brasileiros que podem ser visitados de carro, hoje tratamos de uma das cidades mais conhecidas do país, tanto por brasileiros quanto por estrangeiros. Cantada de Gregório de Matos a Caetano Veloso, a capital da Bahia é um destino incomparável.

História soteropolitana

Salvador está localizada em uma península triangular que separar a Baía de Todos os Santos do Oceano Atlântico. Como aprendemos nos livros de história na escola, a Baía foi um dos primeiros pontos da América do Sul em que os europeus chegaram.

A capital baiana foi oficialmente fundada em 1549 pelo primeiro governador-geral do Brasil, Tomé de Sousa. O seu primeiro nome foi o comprido São Salvador da Bahia de Todos os Santos. É uma das cidades mais antigas fundadas por europeus, não apenas do Brasil, mas de todas as Américas. Ela serviu como a primeira capital brasileira, sendo um porto importante para o comércio de escravos, a principal mão de obra da época, e do açúcar, principal produto de exportação da colônia.

Em 1551 Salvador recebe a primeira diocese em território do Brasil. No século XVII a cidade teve um papel especial nas batalhas dos portugueses contra os holandeses que ocupavam porções do Nordeste. Ela foi um centro logístico e estratégico para as forças de Portugal e seus aliados, vital para a expulsão dos holandeses. Em 1763 a administração da Colônia transferiu para o Rio de Janeiro o status de capital colonial. Salvador, no entanto, continuou sendo o coração do Recôncavo, uma região baiana de grande importância econômica.

Quando foi declarada a Independência em 7 de Setembro de 1822, a cidade era um importante foco de realistas (aqueles que se aliavam com a Coroa Portuguesa e era contrários à independência do Brasil). No entanto, os rebeldes pró-independência sitiaram a cidade durante um ano e, em 2 de Julho de 1823, com a desistência dos portugueses em manter a colônia, os realistas tiveram que aceitar a nova realidade do Brasil como nação.

Embora não ocupasse mais um lugar central no desenvolvimento do país, ao longo do Império e da República, a cidade foi gradualmente se industrializando e modernizando. Aos poucos, Salvador foi recebendo linhas de bonde, elevadores urbanos, energia elétrica e ferrovias. Em 1985 a UNESCO categorizou o Pelourinho como Patrimônio da Humanidade. E além do Pelourinho, Salvador tem muita história e natureza a oferecer.

O que fazer em Salvador – Cultura

A herança cultural e histórica de Salvador faz dela um passeio rico para quem tem interesse no passado e na cultura do povo brasileiro. A cidade possui o MAB (Museu de Arte da Bahia) que possui pinturas, porcelanas chinesas, móveis e imagens sagradas do século XVII e XVIII. Também possui o Museu Costa Pinto, que possui obras de arte, objetos de cristais e móveis do século XVIII e XIX. E, para completar a trilogia, há o Museu da Cidade, onde muitos itens preservam a identidade da antiga Salvador.

Há também uma grande riqueza arquitetônica a ser experimentada nos bairros antigos da cidade, tanto secular quanto religiosa. A cidade é famosa por suas igrejas e monastérios, muitos dos quais possuem museus próprios. E não pode faltar, é claro, uma visita ao Pelourinho, um dos cartões-postais mais importantes da cidade e, como já dito acima, uma Patrimônio da Humanidade reconhecido pela UNESCO.

O que fazer em Salvador – Natureza

O litoral soteropolitano é um dos maiores dentre cidades brasileiras, se estendendo por cerca de 80 km. Dentro desse litoral encontramos várias praias, distribuídas entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa. As praias da Cidade Baixa são cercadas pelas águas da Baía de Todos os Santos, enquanto as praias da Cidade Alta, do Farol da Barra até o Flamengo, são cercadas por águias do Oceano Atlântico. A exceção à regra é a praia de Porto da Barra, localizada na Cidade Alta, mas banhada pela Baía.

Existe uma grande diversidade dentro dessas praias. Desde águas calmas, ideais para nadar e mergulhar ou passear com crianças, até praias mais expostas ao oceano com ondas e correntes mais fortes. Também existem praias cercadas por corais, formando piscinas de pedra naturais.

Lugares que valem visitar incluem a praia de Porto da Barra, considerada uma das melhores do Brasil, a ilha de Itaparica que fica do outro lado da Baía de Todos os Santos, as cidades que ficam ao norte de Salvador cercando a estrada BA-099 e o Morro de São Paulo, na região de Valença através da Baía, que oferece uma pulsante beleza natural de matas e praias.

A capital baiana espera por você

Viajar de carro é uma grande oportunidade de conhecer lugares novos e passear com a família inteira. Porém, é preciso encarar essas viagens com segurança e estar devidamente protegido. Se você está interessado em proteção veicular, que protege seu patrimônio e seus passageiros, dê uma olhada no site da Facility para ver nosso pacote de benefícios, ou faça uma simulação gratuita e veja o quão acessível tudo isso é.

2017-11-28T13:27:38+00:00