Quando trocar o amortecedor do seu veículo?

Quando trocar o amortecedor?

Essa pergunta surpreende muitos donos de veículos que sequer achavam necessário substituir o acessório.

Mas acredite: há situações diversas nas quais será preciso providenciar o serviço.

E é importante que você esteja aqui, buscando se informar melhor sobre peças automotivas e cuidados com elas.

Saber o momento certo de trocar o amortecedor pode ser decisivo para evitar o agravamento de problemas no seu veículo no futuro.

Ou seja, faz diferença também no bolso.

Mas nem todos pensam assim.

Muitos motoristas não se interessam em aprender a identificar os “sinais” que o carro dá, indicando que existe algo de errado com ele.

Para esses condutores, basta girar a chave e sair dirigindo por aí.

E o que acontece?

Não sabem quando trocar o amortecedor, nem qualquer outro componente do veículo.

Esse é um comportamento inadequado e até mesmo irresponsável.

Se você fizer isso, os problemas irão aumentar com o passar do tempo.

E problemas maiores significam gastar ainda mais dinheiro na hora de realizar o conserto em uma oficina mecânica.

Então, pare, reflita e responda:

Você sabe dizer quando o amortecedor está causando desgaste de outras peças?

Será que é verdade que amortecedor ruim faz muito barulho?

E você saberia dizer quais são os cuidados a serem tomados com os amortecedores do carro para aumentar a sua vida útil?

São muitas perguntas, mas é fundamental que domine o assunto.

Não se preocupe se você não sabe as respostas para essas e outras perguntas.

Neste artigo, você vai descobrir quando trocar o amortecedor no momento correto e muito mais.

Este é um verdadeiro guia completo sobre o tema.

Então, acompanhe até o fim e fique por dentro de tudo sobre amortecedores.

Tenha uma ótima leitura!

 

De acordo com o Doutor Multas:

 

Função dos Amortecedores nos Veículos

Antes de falarmos sobre quando trocar o amortecedor, vamos entender melhor sobre essa peça do carro.

Os amortecedores são parte integrante do sistema de suspensão do veículo.

Não existe carro que não possua amortecedor, portanto.

Mas você sabe dizer qual é a função dos amortecedores?

De forma resumida, eles são responsáveis por deixar o carro estável, ou seja, com as rodas fixas na estrada.

Como o nome sugere, eles amortecem os impactos com o solo durante a movimentação do veículo.

Logo, se eles falham, você já sabe quando trocar o amortecedor, pois ficaria desconfortável e até mesmo impossível guiar nessas condições.

Por que amortecedores são tão importantes?

falta de estabilidade de um veículo pode acarretar em um grave acidente de trânsito.

Não é brincadeira.

Por isso, não dá para correr riscos.

É preciso saber quando trocar o amortecedor para prevenir esse tipo de situação.

Além disso, cuidar bem dessa peça garante ao condutor fazer uso de tudo que ela oferece.

Os amortecedores do carro proporcionam uma série de vantagens para o motorista.

Veja só algumas delas:

  • Controle do movimento da suspensão;

  • Redução da distância da frenagem;

  • Diminuição do desgaste dos pneus;

  • Menor desgaste dos componentes da suspensão;

  • Conservação dos pneus em contato permanente com o solo;

  • Controle do movimento das molas;

  • Sustentação do alinhamento das rodas;

  • Domínio da movimentação do veículo, incluindo rodagem, balanço, mergulho e subida na aceleração;

  • Alívio na fadiga do motorista.

Como é possível perceber, o motorista terá somente vantagens ao cuidar da manutenção dos amortecedores.

Mitos e verdades sobre amortecedores

Será que é verdade de que ajuda a preservar os amortecedores passar na diagonal por lombadas?

Isso não passa de um mito.

Se você fizer isso, irá prejudicar a suspensão e o amortecedor do carro.

Afinal, vai gerar folgas excessivas e até mesmo o travamento total do carro.

Portanto, passe por lombadas com uma velocidade baixa, mas sempre em linha reta.

Outra pergunta sobre amortecedores envolve peças que passaram pelo processo de recondicionamento.

Será que essas peças têm a mesma eficiência do que peças novas?

Não é verdade.

É preciso muita atenção: em vários casos, a peça apenas foi pintada por fora.

A melhor recomendação é procurar por peças de marca reconhecida e com procedência clara.

Aliás, tenha também muito cuidado com preços muito baixos.

Desconfie, pois o barato pode sair caro.

Por fim, uma última dúvida comum: será que é recomendado trocar os amortecedores somente em pares?

Sim, faça sempre isso.

O ideal é que a eficiência dos amortecedores seja igual em todo o sistema.

Se um dos amortecedores estiver ruim e outro em boas condições, o resultado será o desequilíbrio do carro.

Na verdade, o melhor seria que você trocasse todos os amortecedores ou pelo menos os pares.

Por falar nisso, descubra no próximo tópico quando trocar o amortecedor.

 

Quando Trocar o Amortecedor do Seu Veículo

Já vamos adiantando que, quando o momento chegar, faça a substituição.

Não empurre com a barriga, como se diz.

Aliás, você sabe o que os amortecedores que perderam a validade fazem com o seu veículo?

Acredite, eles podem prejudicar bastante o desempenho do carro.

Os amortecedores ruins aumentam o desgaste dos pneus.

Também prejudicam outras peças que fazem parte do sistema de suspensão (coxins do motor por exemplo).

Isso sem contar a perda da estabilidade do carro, sobre a qual já falamos.

Por isso, é sempre recomendável ficar de olho para saber quando trocar o amortecedor.

Mas como saber se os amortecedores estão ruins e prejudicando o desempenho do veículo?

Vamos de explicar agora!

Como Saber Se o Amortecedor Está Ruim

Agora, preste atenção para poder identificar os defeitos mais comuns nos amortecedores de carros.

É muito simples e bastante útil.

Em primeiro lugar, verifique se não está ocorrendo nenhum vazamento de óleo hidráulico.

É muito importante estar atento ao que o carro está “dizendo”.

Se a suspensão ficar muito leve, o problema pode estar na falta de pressão.

Pode acontecer também o travamento da haste.

Se isso ocorrer, o amortecedor não irá subir e tampouco descer.

Se você dirigir seu carro na terra, os amortecedores se gastarão de forma mais rápida.

Isso acontece não somente por causa da grande trepidação, mas porque as coifas e os coxins ficam sujos com maior rapidez.

Mas pode ser que o problema no amortecedor esteja no desgaste da mola, mesmo que isso ocorra em poucos casos.

Afirmamos isso porque a mola pode durar até 150.000 quilômetros e, mesmo assim, só deve ser substituída se estiver realmente muito desgastada.

Então, para que seja na mola o problema, é preciso haver algum sintoma associado.

Verifique também se o seu carro está perdendo altura.

Esse é outro sinal de que a mola está com defeito.

Amortecedor Ruim Faz Barulho?

Sim, faz barulho.

Se você ouvir barulhos estranhos vindos do carro, leve-o imediatamente a um mecânico de confiança.

Não minimize o problema.

A melhor dica vem de Denis Marum:

“Seja parceiro do seu mecânico: dê uma volta junto com ele até que o barulho aconteça. É bom que ele escute e identifique o tipo de barulho: na ‘língua’ dos mecânicos existem rangidos, estalos, ferro com ferro, click, entre outros tipos”, explica.

Um carro é composto de milhares de peças e um leigo nem sempre sabe tanto sobre mecânica quanto pensa.

Por isso, salientamos que é importante prestar atenção nos sinais que o carro dá e levar a uma oficina especializada para conferir.

Aí sim, se houver um problema mais sério, sua dúvida sobre quando trocar o amortecedor será respondida.

O próximo passo será descobrir como fazer isso – que é o que iremos ensinar agora.

 

Como Trocar os Amortecedores

Agora que você viu quando trocar o amortecedor, mostraremos como funciona o processo para a sua substituição.

O primeiro passo é localizar o amortecedor.

Básico? Nem tanto.

Ele é um pistão em forma de cilindro e está cheio de fluído hidráulico.

Normalmente, o amortecedor possui o formato de cone, é metálico e envolvido em uma mola.

Abrindo o capô

Localizada a peça, o próximo passo é abrir o capô e identificar os pinos e parafusos do amortecedor.

Possivelmente é um círculo com cerca de 3 parafusos que ficam localizados perto do para-brisa.

No meio dele, você irá encontrar o parafuso do amortecedor.

Mas não afrouxe nada ainda. Só memorize o local.

Retirando a roda

Então, siga com a retirada da roda do veículo.

É preciso ter ferramentas como chave de roda, macaco e cavalete.

Caso não tenha, providencie antes de começar o trabalho.

Ao tirar a roda, use a chave de roda e o macaco.

Se você tiver dúvidas sobre como fazer isso, utilize o manual do proprietário.

Quando o carro estiver no alto, utilize o cavalete de forma a dar mais estabilidade.

Ao retirar os parafusos, a roda sairá com facilidade.

E atenção: não retire a roda sem a utilização dos cavaletes, sob risco de acidente.

Use pelo menos dois cavaletes.

Retirando a linha de freio

Dependendo do modelo do carro, é possível que você deva retirar a linha de freio.

Mas preste atenção: se você enxergar um suporte que prende a linha de freio ao amortecedor, não será preciso.

Se você vê-lo, utilize uma chave soquete e levante a linha do freio para assim poder retirar o amortecedor.

Use uma chave de fenda para girar e tirar a barra estabilizadora.

Retirando o suporte metálico

O que você deve procurar agora é um suporte metálico bem pequeno que fixa o amortecedor a uma barra de metal.

Após, proceda a remoção.

Se não houver o suporte metálico no carro, faça o seguinte: solte o amortecedor da manga de eixo.

Removendo o amortecedor

Pronto para finalmente remover o amortecedor velho?

O problema é que é normal o amortecedor estar enferrujado.

Isso significa que a remoção não será muito fácil.

Será necessário utilizar WD-40 nos parafusos para facilitar o processo.

Siga a nossa dica: bata o martelo na manga de eixo repetidamente.

Isso servirá para aliviar a tensão.

Novamente, as coisas podem mudar de acordo com o carro que você possui.

Pode acontecer de você utilizar o macaco sob a manga de eixo para poder ver os parafusos.

Agora abra o capô e retire os pinos que estão localizados na torre do amortecedor.

No momento que os parafusos da manga de eixo forem soltos, o amortecedor poderá ser removido.

Talvez seja necessário você contar com um ajudante nessa parte para segurar o corpo do amortecedor na hora de soltar os parafusos.

Agora, retire o amortecedor usado.

Comprimindo a mola

Faça a compreensão de mola no amortecedor velho.

Para isso, utilize um compressor de mola.

Se você fizer isso, irá poupar dinheiro porque será usada a mesma mola.

Caso contrário, compre um kit completo que já virá com a mola.

Feito isso, chegou a hora de montar o seu novo amortecedor.

Montando o novo amortecedor

Insira a mola do amortecedor, coloque e reutilize as partes de borracha do modelo antigo.

Ao substituir o amortecedor, recoloque os parafusos e use os dedos para apertá-los.

Agora, coloque o amortecedor na torre e reposicione os pinos dela.

Depois, ponha a roda no lugar.

Testando a substituição

Antes de concluir, é necessário checar todos os elementos para ter certeza que o trabalho foi realizado de forma correta.

A melhor forma de fazer isso é dirigir em uma velocidade bem baixa, que não ultrapasse os 40 quilômetros por hora.

Na maioria dos casos, será necessário fazer o alinhamento das rodas.

É difícil? Não faça você mesmo

Caso você não se sinta confiante para trocar os amortecedores em casa, leve seu veículo até um mecânico de confiança.

Você gastará um pouco mais, mas terá tranquilidade de contar com o serviço de um profissional acostumado a esse tipo de tarefa.

 

Vida Útil dos Amortecedores

A validade dos amortecedores de um carro varia bastante.

É possível que os amortecedores durem até 80 mil quilômetros.

Já em outros casos, eles podem durar menos de 30 mil quilômetros.

Mas quais os fatores que fazem os amortecedores gastarem com maior rapidez?

São três:

  1. A forma como o motorista dirige;

  2. O peso do carro;

  3. O pavimento das ruas.

Se você mora em uma região na qual as estradas não tem asfalto e possuem muitos buracos, o desgaste dos amortecedores será mais acentuado.

De forma geral, os fabricantes indicam que os amortecedores sejam trocados entre 40 e 50 mil quilômetros.

Mas fique sempre atento ao período da revisão do carro.

É o momento ideal para identificar quando trocar o amortecedor.

Consequências de um amortecedor ruim

Um dos maiores problemas que o motorista enfrenta por causa de amortecedores ruins é o aumento da distância de frenagem.

Imagine que você está trafegando em uma rodovia na velocidade de 110 km/h .

De repente, o carro da frente freia de forma brusca.

Se você pisar fundo no freio e estiver com amortecedores gastos, o carro irá demorar mais tempo para parar do que o habitual.

E isso pode ser a diferença entre um simples susto e um acidente de trânsito.

Além de acertar em cheio o carro da frente, você também corre o risco de capotar o veículo ao acionar o freio.

Como é fácil perceber, os amortecedores não são brincadeira.

Por isso, fique alerta para saber quando trocar o amortecedor.

E se notar problema, não pense duas vezes antes de buscar auxílio especializado.

 

Preço Médio de Um Amortecedor

Quando trocar o amortecedor, tome muito cuidado com a qualidade do produto que você vai instalar no seu carro.

Não escolha um item que possa colocar em risco a vida de sua família.

É claro que nenhum motorista gosta de gastar dinheiro com peças, mas isso não significa utilizar amortecedores de origem duvidosa.

Não pense em economia, e sim em segurança.

Mas qual será o preço de um amortecedor?

O valor varia conforme o modelo do veículo.

Uma dica é utilizar a internet para fazer pesquisa de valores e também descobrir promoções e descontos.

Como os amortecedores são muito utilizados a cada quilômetro rodado, não hesite em gastar um pouco a mais para garantir a qualidade deles.

Se o dono do carro possui dúvidas sobre marcas e preços, uma dica é pedir conselhos para amigos ou familiares.

Se isso não adiantar, procure um mecânico de confiança para maiores informações.

Exemplos

Vamos imaginar que você tem um Fiat Palio 2011 e deseja adquirir um kit de amortecedores novos.

É um carro considerado popular e, por isso, não é difícil encontrar peças para reposição.

Mas como a oferta é maior, é necessário procurar com atenção.

Neste site, amortecedores dianteiros e traseiros do Palio 2011 da marca Cofap custam R$ 1.198,89.

Já neste outro site, o kit de amortecedores da marca Nakata custa R$ 813,90.

A média de preços do kit de amortecedores do Palio é de cerca de R$ 1.000.

Você não precisa comprar todo o kit de amortecedores se não for necessário.

Isso significa que, se o problema for o amortecedor dianteiro, troque somente ele.

 

Como Testar Amortecedores Manualmente

 

teste é muito rápido e fácil.

Além disso, também pode ser feito em casa.

Vamos lá?

Fique na frente do capô do seu veículo e faça pressão.

Aos poucos, diminua a pressão e repare na oscilação do carro.

Se oscilar somente uma vez, os amortecedores do seu carro estão em boas condições de uso.

Entretanto, o problema é se a oscilação ocorrer mais de uma vez.

Isso significa que os amortecedores estão muito gastos e precisarão ser substituídos em breve.

Mas se você realmente tiver dúvidas sobre o estado dos amortecedores do carro, não pense duas vezes: vá a uma oficina mecânica de confiança.

Não Se Esqueça da Manutenção!

A dúvida sobre quando trocar o amortecedor tem muito a ver com a maneira como você cuida preventivamente do seu carro.

Veja o que diz Pedro Luiz Scopino, diretor do Sindirepa, entidade sindical que representa empresas reparadoras de veículos:

“A revisão periódica de todos os itens que formam as suspensões é a forma ideal de achar o foco do problema e não gastar dinheiro trocando peças que não estão com defeito”, orienta.

Faz sentido, não?

Quanto maior for a quilometragem do veículo, maior será a necessidade de troca de peças.

Por mais que o motorista seja cuidadoso na direção, cedo ou tarde chegará o momento que alguma peça apresentará defeito.

Portanto, não se esqueça da manutenção do carro para assegurar que os amortecedores estejam em boas condições de uso.

 

Cuidados a Serem Tomados

O motorista deve dirigir o veículo com muita calma e prestando atenção nas condições da pista que trafega.

Ruas esburacadas ou com paralelepípedos são vilãs para os amortecedores do seu carro.

Além disso, os amortecedores serão menos exigidos se você for em uma velocidade menor.

O mesmo se aplica às lombadas : nada de acelerar.

Outra forma de preservar os amortecedores é fazer uma revisão do sistema de suspensão.

E será que é verdade que andar com os pneus murchos ajuda a preservar os amortecedores?

Essa “moda” começou com os taxistas dos grandes centros urbanos.

Mas a prática não é recomendada de forma alguma.

Se você fizer isso, os pneus ficarão gastos de forma prematura.

E tem mais: Estamos falando do aumento do consumo de combustível.

Além disso, os pneus murchos afetam a dinâmica de todo o carro, ou seja, ele ficará menos seguro para trafegar.

Por isso, tome muito cuidado com a calibragem dos pneus.

Siga as instruções do manual do proprietário e não ande com os pneus murchos.

 

Conclusão

Neste artigo, você viu quando trocar o amortecedor na hora certa.

Essa é uma informação importante para a segurança no trânsito, já que o componente pode impactar na frenagem, como vimos antes.

Se os carros não fossem equipados com o sistema de amortecedores, o conforto de todos também estaria seriamente comprometido.

Por isso, procure manter em dia a manutenção periódica para evitar o desgaste dos amortecedores e de outras peças do veículo.

Aproveite as dicas que conferiu para cuidar ainda melhor do seu carro. Um bom cuidado anda junto com a prevenção. Não espere acontecer o pior para proteger o seu veículo. A Facility protege contra roubo, furto e colisão em todo território nacional. Quem tem Facility, tá tranquilo!

 

Gostou do artigo sobre quando trocar o amortecedor do seu veículo?

Deixe seu comentário e compartilhe o conteúdo!

2018-02-02T15:37:12+00:00