Cuidando do filho enquanto dirige

Trabalho de mãe só faz aumentar, não importa de que época estamos falando. Se o ano de qualquer mãe tivesse quatorze meses, ainda faltaria para dar conta de tudo que tem de fazer.

Uma das tarefa rotineiras para as mães de cidade grande é transportar os filhos para lá e para cá. De casa para a escola, cinema, shopping, aula de reforço ou judô. A alternativa de carona solidária é sempre boa pedida, mas mesmo assim uma das mães terá de enfrentar estrada. Poder dela!

Este texto é sobre como cuidar dos filhos, e outras crianças, no carro enquanto dirige.

Preparos antes da viagem

A parte mais difícil desta tarefa é o “enquanto”, pois pressupõe duas ações ao mesmo tempo: dirigir e cuidar das crianças. O grande problema está na quantidade de atenção que o trânsito brasileiro exige, que é bastante alta. Um mínimo descuido pode se tornar um máximo acidente.

Assim, todo o qualquer reparo tomado antes de iniciar o percurso, ou seja, antes mesmo de ligar o carro se torna excelente estratégia durante o trajeto, seja curto ou longo. Ter certeza de que todas as mochilas e bolsa estão dentro do carro antes de ligar o motor é uma forma de economizar pneu.

Falando em sacolas, preparar uma com água e pequenos lanches facilita muito o manejo.

Cadeirinha

A cadeirinha, e os assentos de elevação também, é tão importante que cerca de uma vez por semana falamos nela neste blog. Nós temos o hábito de olhar as leis com desconfiança, sempre criadas para atormentar o sossego de cidadãos e para ficar caçando nosso dinheiro com impostos, mas sou toda defesa à lei da cadeirinha.

Por quê? Porque é importante. E mais do que isso, porque a cadeirinha funciona, desde que bem instalada, excelentemente bem. Ninguém está livre de um acidente, seja motorista iniciante ou experiente, por isso devemos sempre estar equipados com os melhores e mais modernos aparelhos para reduzir os danos causados por acidentes.

A cadeirinha é o maior cuidado que pais podem dar aos filhos enquanto, ressaltando de novo “enquanto”, dirigem.

Retrovisor

O preço do sossego é a eterna vigilância. E mesmo assim, vigilando o tempo inteiro, os pequenos costumam dar algum trabalho, dor de cabeça e prejuízo. Tudo no futuro para virar história divertida em encontros de família e histórias de fotos, mas no momento em que acontecem causam algum estresse.

Como vigiar enquanto se dirige? Muito difícil, afinal o trânsito cobra nossa atenção a cada instante. O ritmo de nossas vias está tão acelerado e confuso que é um “piscou, perdeu” a todo instante.

A cada parada em semáforo, olho rapidamente pelo retrovisor para ver se está tudo bem. Se as crianças estão bem ou entretidas com algo, não puxe conversa. Só a olhadela basta.

Ajuda

Quando o trecho da viagem é muito longo, quando há muitas crianças no carro ou é viagem de férias que se tem de pegar rodovias, a melhor alternativa é contar com a ajuda de mais um pessoa no carro para lidar com os pequenos. Assim, um par de olho nas estradas, outro nas crianças.

Com o advento de smartphones e carros equipados com aparelhos eletrônicos, a atenção da garotada acaba se voltando para um videogame e para as séries favoritas. Isso faz com que as crianças se concentrem em outra coisa que não o percurso e os percalços do trânsito, fazendo com que elas não se aborreçam.

E que não nos aborreçam também com as perguntas de “Falta muito?”. “Estamos quase lá?”, “Falta muito?”, “Quanto falta?”, “Falta muito?” E outras tantas pequenas variações que tornam a viagem mais longa.

Mais ajuda

Em vista de qualquer problema, parar no acostamento, em um posto ou em uma dessas paragens de rodovia para ver se está tudo bem. Problema antecipado é problema diminuído. Com o trato com os pequenos, sei que você está bem preparada, afinal, quem vai conhecer melhor os filhos que a mãe.

De todo modo, como lidar com aquelas coisas que não conhecemos?

Aí entra a Facility para dar suporte em casos de problemas mecânicos, orientação para dicas de viagem e várias formas de benefício para facilitar o seu dia a dia. Afinal, quem tem Facility, tá tranquilo.

2017-11-28T15:22:35+00:00