Carros usados: cuidados antes de comprar

O carro próprio é sonho de muitos brasileiros. E com razão, afinal, o carro próprio é garantia de autonomia ao motorista. No entanto, não é barato adquirir um automóvel. Por isso, muitos optam pelos usados como uma alternativa acessível e prática. Porém, ao adquirir um usado, alguns cuidados são necessários.

Investigando por hora

Existe bastante informação na internet sobre todo tipo de modelos de carros. Assim você pode buscar sobre o modelo que lhe interessa e comparar com o que o vendedor do usado está oferecendo. A internet é uma ferramenta que permite acesso a uma quantidade inacreditável de informação. Não abra mão desse recurso.

Tendo informações sobre o modelo é importante antes de ir verificar o carro usado sendo negociado. Aqui entra outra parte que exige cuidados. O comprador deve investigar bem carro, tanto o interior quanto o exterior. Também deve investigar o manual do carro (ali deve constar se ele passou por todas as revisões recomendadas pelo fabricante), algo que vai dar ao comprador uma noção do quão bem cuidado foi o carro com o antigo dono.

Observe e passe os dedos no chassi do veículo. Procure pontos de ferrugem, especialmente nos cantos da lataria. Pergunte ao proprietário se o carro já sofreu colisões graves, sinta se há desníveis ou irregularidades no metal, dê pequenas batidas no chassi e procure lugares com sons diferentes, e verifique a simetria da alavanca de câmbio e das portas. O Detran estipula como exigência que, caso um carro sofra danos graves que necessitem reparos no monobloco, essa informação esteja disponível na documentação do veículo. Exerça seu direito como consumidor e faça perguntas sobre isso.

O usado em movimento

Verifique os pneus do carro. Se eles não estiverem com a pressão ideal, isso pode ser corrigido depois. É importante se focar se há danos na superfície deles, como rasgos, cortes ou furos que sejam mais do que superficiais. Também é importante verificar o estado da superfície deles em relação à aderência. Veja se os pneus estão carecas ou quase carecas. E não se esqueça de também verificar o estepe.

A sua grande oportunidade de analisar a qualidade de um carro usado antes de compra-lo é pedindo ao vendedor para dar uma volta e testá-lo antes de compra-lo. Andando com o carro pelas ruas você vai sentir como ele realmente antes e poderá averiguar seus problemas de verdade. Aproveite para circular por lugares similares aos que você transita na sua rotina. Assim você averigua como esse usado vai se desempenhar nas condições do seu dia-a-dia e se ele é adequado a essas necessidades.

Algo em que se deve prestar atenção é no motor. Com o carro parado, verifique se ele está bem conservado e se suas peças estão em condições razoáveis. Com o carro em movimento, veja sele produz sons estranhos ou irregulares, se ele demora a ligar ou se sua aceleração está demorada demais. Também verifique se os freios estão funcionando como devem, se estão desacelerando corretamente o veículo ou se está produzindo sons irregulares. Outro aspecto que pode ser analisado é o sistema elétrico e de sinalização, se tudo está sendo ativado corretamente.

Documentos e pagamento

Depois desses aspectos mecânicos, você deve verificar são os papéis do carro. Isso para o possível comprador não acabar comprando um problema invés de um veículo. Veja se o vendedor possui todos os papéis, se o IPVA está quitado e se o veículo está devidamente registrado no nome de quem está vendendo ele. Para confirmar essa última informação, você pode visitar o site do Detran do seu estado e conferir utilizando o número da placa. Também é possível ver se há alguma dívida pendente referentes ao automóvel.

Por último, pensando no preço, retomamos o nosso conselho lá do começo do texto. Utilize ferramentas de busca na internet. Elas permitem que você averigue qual é o preço médio desse modelo na sua região e o quão reduzido é o seu preço por causa da depreciação do usado. Você, como comprador, provavelmente vai acabar negociando pessoalmente com o vendedor e é importante chegar nessa negociação já com conhecimento prévio do verdadeiro valor do veículo e o quanto você está disposto a pagar por eles.

Armado com esses dados, você pode confrontar o vendedor caso ele exija um preço alto demais ou queira fingir que o preço de mercado do modelo é maior do que ele realmente é. O conhecimento é a melhor arma que você pode trazer para essa situação.

Escolhendo o usado certo

Além de conseguir comprar um carro que cumpra com as suas exigências, é importante garantir a segurança desse carro em caso de acidentes ou imprevistos. Aí entra a Facility. Ela oferece proteção veicular com toda uma série de benefícios e auxílios, que cobrem todas as necessidades do motorista. E faz tudo isso de forma acessível. O quão acessível? Faça uma simulação gratuita no nosso site e descubra o quanto.

2017-11-10T11:41:30+00:00