As 10 motos mais vendidas e os seus tipos

Com uma crise financeira em andamento e a disponibilidade de motocicletas a baixos preços, elas se tornam cada vez mais uma opção mais atrativa para o brasileiro interessado em melhorar sua mobilidade. São automóveis econômicos e versáteis, que estão adaptados tanto para o trânsito das grandes cidades quanto para lugares menos urbanizados.

Para entender esse sucesso e quais são as motos que mais ocupam as estradas brasileiras, montamos esse artigo com uma lista das 10 motos mais vendidas no Brasil no ano de 2016.

As 10 campeãs de vendas

Nos dias de hoje as motocicletas se tornaram uma presença fixa em qualquer cidade brasileira, especialmente naquelas de médio e grande porte. A moto é uma forma muito popular de transporte no mundo inteiro, tanto a lazer quanto a trabalho, e está altamente difundida no território brasileiro.

No Brasil, no ano de 2014, havia mais de 13 milhões de motos registradas. Entre 2004 e 2014, a frota cresceu em 170%, demonstrando o gosto que o brasileiro tem pela motocicleta. Atualmente, as maiores frotas estão nas capitais estaduais de São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza.

De acordo com dados publicados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) as motos mais vendidas de 2016 foram:

1º – Honda CG 160 – 224.212 unidades

2º – Honda Bros 160 – 127.205 unidades

3º – Honda Biz – 118.789 unidades

4º – Honda Pop 110i – 80.397 unidades

5º – Shineray XY50 – 47.780 unidades

6º – Honda CG 125 – 36.528 unidades

7º – Honda CG 150 – 33.195 unidades

8º – Honda CB Twister – 24.598 unidades

9º – Honda PCX 150 – 22.539 unidades

10º – Yamaha YBR 150 – 21.885 unidades

Classificando as motos

Como já falamos antes aqui no blog da Facility, as motos podem ser divididas em alguns grandes grupos:

As scooter são as mais ágeis, com chassi leve e pneus pequenos. São boas para quem anda apenas na cidade, oferecendo praticidade e economia. Essas motos são consideradas ideais para quem quer se locomover sem a necessidade de grandes velocidades ou de acessórios. São modelos que fazem em torno de 50 a 60 quilômetros por litro de gasolina e costumam ter câmbio automático. Dentro da lista das 10 mais vendidas, encontramos a Honda Biz (3º lugar) e a Honda PCX (9º lugar), mostrando como esses modelos são populares no país.

Oferecendo maior resistência, potência e um desempenho melhor em situações que exigem mais aceleração e velocidade, as motos modelo street são outra alternativa atraente para o motociclista brasileiro. São modelos que oferecem mais conforto e suportam mais peso que as scooters. Em geral, são bastante adaptáveis às necessidades de quem as usa. Na lista, encontramos a Honda CG (1ª, 6º e 7º lugares) e a Yamaha YBR (10º). A primeira é o modelo de moto mais popular no Brasil e a segunda é a única da Yamaha que apareceu na lista de 2016. Podemos ver que são as streets que dominam o mercado brasileiro.

Aliando uma potência maior à capacidade de dirigir em estradas de terra, morros, trilhas, e etc., há os modelos off-road. Essas motos são construídas especificamente para suportar diversos terrenos, possuindo suspensão alta e mais robusta, possuindo uma curva de torque alta que a proporciona bastante força, fazendo elas ideais para quem quer enfrentar condições mais brutas. Dentro da lista encontramos a Honda Bros (2º lugar) que é considerada um modelo on-off-road, ou seja, é capaz de lidar tanto com o terreno off-road quanto com as estradas e ruas da cidade.

Mudanças no mercado

Um fato interessante a ser notado diante essa lista é a posição de um modelo Shineray em 5º lugar. O mercado brasileiro de motocicletas é tradicionalmente dominado por marcas japonesas, mas estamos vendo mudanças nele. Não apenas no Brasil, mas em todo o planeta marcas de países considerados emergentes estão se destacando e se estabelecendo entre seus consumidores.

A Shineray é uma montadora chinesa e, assim como tantas outras, está tentando se inserir no mercado do Brasil e da América Latina. Ela não é a primeira e nem será a última a tentar fazer isso. Mas o fato de ela aparecer na lista dos dez modelos mais vendidos de 2016 prova que algumas marcas já estão se destacando entre os consumidores brasileiros.

A moto como forma de transporte

Como vimos acima, o brasileiro gosta muito de motos. Sejam scooters, street, off-road ou qualquer outro modelo, as motocicletas fazem parte de uma frota que só cresce no país. Elas atendem à demanda de uma grande parcela da população em termos de economia, agilidade e versatilidade.

Caso você seja, ou planeje ser, um motociclista é importante manter o seu patrimônio protegido. É aqui que se encaixa o Programa de Benefícios Automotivos da Facility, que se preocupa em garantir proteger o seu patrimônio automotivo e oferecer a você todos os serviços e auxílios necessários em casos de acidentes ou imprevistos. Tudo isso a apenas uma ligação de distância.

2017-10-11T11:21:35+00:00